Muitas empresas procuram um profissional de SEO (Search Engine Optimization) para otimizar o seu site e, assim, serem facilmente encontradas pelos mecanismos de busca como o Google. O SEO, quando bem feito, melhora o posicionamento do site na tela de resultados gratuitos de sites de busca. A questão é que o trabalho do SEO deve ser feito com extrema responsabilidade, sem “trapaças”. Sim, existem profissionais que trabalham com técnicas específicas que buscam enganar os mecanismos de busca, para que os sites sejam mais facilmente encontrados; de preferência para que estejam na primeira página.

White Hat x Black Hat

As técnicas de SEO diferenciam-se entre White Hat e Black Hat. Justamente as práticas Black Hat referem-se àquelas que não devem ser seguidas. Inclusive, o seu site pode ser banido do Google se este identificar o uso dessas práticas. E quais seriam elas? Há diversas, mas estão entre elas:

– Utilização de textos e links ocultos na página: são palavras que estão ocultas para o usuário, mas estão ali para serem indexadas pelo Google.

– Meta Tag Stuffing: é repetir, diversas e diversas vezes, as palavras-chave nas meta tags description e keywords.

Exemplo: <meta name=”keywords” content=”aulas grátis, AULAS GRÁTIS, Aulas Grátis, aulas grátis, aulas grátis, aulas grátis, aulas grátis, aulas grátis, aulas grátis, aulas grátis”/>

– Title Tag Stuffing: é repetir, várias vezes, o nome do seu site no título, apenas para aumentar o número da palavra-site.

– Link Farms: quando é criado um grande número de páginas, todas apontando para o mesmo site ou com o mesmo texto âncora. Obviamente a técnica, como as outras, são pensadas para manipular os mecanismos de busca.

Diretrizes de qualidade para webmasters

O profissional de SEO é o mais indicado para otimizar o seu site. Mas é possível se informar com o próprio Google sobre as práticas banidas e as indicadas, consultando as Diretrizes de qualidade para webmasters. Elas falam sobre o design, conteúdo e qualidade, enfim, indicam como o seu site pode ser feito da melhor forma, para garantir uma boa experiência ao usuário.

🙂

Lembre-se: o grande objetivo do Google é indicar os melhores resultados para o usuário que realiza a busca através de “palavras-chave”, mostrando o melhor conteúdo; os sites que proporcionam uma experiência mais qualificada. Por isso, sobretudo a preocupação deve ser com o usuário, e não apenas com a ferramenta. 

Por Carol Grossini e Cati Carpes

Deixe um comentário

13 + 1 =