Por Victória Lima

As salas de aula, as mesas de reunião e até os auditórios de palestras tiveram de ser substituídos por conta do isolamento social. Os queridinhos agora são os aplicativos e plataformas de videoconferência. É por meio deles que estamos conseguindo manter contato e seguir, de certa forma, com nossas interações pessoais e profissionais.

No entanto, sabemos que a tecnologia tem suas limitações e que não são raras as reuniões cheias de pausa. “Aqui trancou pra mim”, “vocês estão conseguindo ouvir?”, “não entendi o que você falou, pode repetir?”. A gente sabe que é muito chato. Os usineiros já passaram por essas situações nesse período de quarentena também.

Porém, depois de tantas tentativas, alguns responderam melhor para o que precisávamos. Então, resolvemos compartilhar com vocês os nossos apps de videoconferência preferidos (pelo menos, por aqui eles arrasaram).

1. Jitsi Meet

Esse lindo foi o que salvou nossas reuniões de grande grupo. A plataforma possui também aplicativo, mas, em desktop, as videoconferências podem ser realizadas diretamente na plataforma, sem necessidade de download e nem login. Não há limite de participantes e ele possui várias opções como compartilhamento de tela e acompanhamento da reunião no formato grade (igual a fotinho aqui de baixo da nossa última reunião). Acesse – https://meet.jit.si/


2. Hangouts

Essa plataforma é do Google e também possui aplicativo. Para acessar, é preciso estar logado com a sua conta Google. Ele tem um limite de até 10 pessoas, por isso não foi usado em nossas reuniões. No entanto, nossa equipe testou em videoconferências pontuais e o resultado foi ótimo. O Hangouts possui um layout simples e também dá opção de compartilhar a tela. Além disso, ele também tem a opção de conversas somente por texto, com a possibilidade de trocar imagens, GIFS, emojis e figurinhas. Acesse – https://hangouts.google.com/?hl=pt-BR


3. WhatsApp

Para videoconferência entre amigos, em situações mais descontraídas, o WhatsApp é uma ótima opção. As ligações de vídeo e áudio só são possíveis via smartphone, não sendo disponibilizadas no WhatsApp Web. Um dos pontos negativos é o limite de pessoas que podem participar simultaneamente da videoconferência: máximo quatro. Outras funções também ficam limitadas, pois não é possível executar ações no smartphone sem que o WhatsApp pause a câmera da chamada.


4. Messenger

O Facebook também oferece a opção da fazer videochamada via Messenger, com o limite máximo de 50 pessoas. O diferencial da plataforma é a possibilidade de ativar filtros durante a chamada e incluir jogos interativos entre os participantes. É uma boa opção para se divertir com os amigos na quarentena.

Foto: Portal em Tempo

E aí? Curtiu nossas dicas? Bora explorar ao máximo essas plataformas para nos mantermos conectados mesmo de longe. Agradecemos muito por elas existirem, mas esperamos que em breve o isolamento acabe e elas não sejam mais tão essenciais.

Deixe um comentário

cinco × um =