Por Jean Costa, Jornalista e estudante de Publicidade e Propaganda.

Entre as diversas estratégias existentes no mundo da comunicação, as conexões para tornar um conteúdo como blogpost um case de sucesso passa pela execução correta das táticas de SEO. E para trabalhar bem a estratégia, as palavras-chave são peças fundamentais dentro deste posicionamento dos conteúdos.

Em um breve resumo, a palavra-chave é a responsável em dar direcionamento para o posicionamento de sites, conteúdos e posts nas redes sociais. Elas são a forma como um usuário escreve a sua dúvida nos buscadores – leia-se Google, Yahoo, entre outros – com o intuito de obter respostas e solucionar os problemas que os afligem.

Além de grandes aliadas, as palavras-chaves são os principais instrumentos da busca do navegador. Além disso, ao reconhecer tudo aquilo que o seu público está pesquisando nos mecanismos de busca, a possibilidade de criar conteúdos relevantes para eles em torno destas pesquisas, torna-se crucial para o estabelecimento de blogs e sites.

Contudo, para falarmos um pouquinho mais sobre as palavras-chave, apresentamos aqui os dois tipos existentes.

Head Tail

As head tail keywords são os termos os que normalmente definem o core business de uma empresa. Em resumo, estas palavras-chave são os termos de buscas mais gerais, ou seja, palavras mais curtas e objetivas que compõem conteúdos mais habituais. É através delas que tanto o redator quanto o público e site devem ser capazes de resumir a empresa e os serviços prestados por ela.

Na maioria das vezes, estas palavras-chave Head Tail tem uma ou duas palavras e representam todo um segmento de negócio, podendo ser desmembrado em inúmeros conteúdos. Um exemplo de palavra-chave para estes casos é Marketing Digital, que permite não só ao usuário, como para redator e site, elaborar um planejamento contextualizado em cima do termo. Há inúmeros cases e palavras, independente do meio de atuação, que se enquadram dentro deste conceito.

No entanto, devido aos volumes de busca gigantescos, elas não devem ser as mais trabalhadas em sites ou blogs a fim de captar um maior número de acessos. Há inúmeras pessoas e empresas procurando pela melhor forma de ranquear as palavras que possuem um alto volume. Contudo, para ter sucesso nesse ranqueamento, é necessário um trabalho estratégico de marketing, o qual possa contribuir com outras técnicas no auxílio.

É um trabalho intenso, mas além da pesquisa de palavras-chave, os meios digitais permitem o uso de variantes que podem contribuir bastante no engajamento.

Dito isto, é hora de saber um pouco mais sobre as Long Tail Keywords.

Long Tail

Também conhecidas como Cauda Longa, é um termo criado por Chris Anderson e serve de oposto das palavras Head Tail. Geralmente é composto por mais de duas palavras, embora não exista uma regra para isso.

Segundo Andersen, a Cauda Longa se refere a como a quantidade de buscas e compras por milhares de itens específicos pode impactar na quantidade de pesquisas realizadas por itens genéricos e famosos.

Estas são palavras completas com termos mais específicos, os quais Andersen aponta que podem ultrapassar a quantidade de buscas feitas pelo genérico e o famoso, visto que a Long Tail complementa a palavra-chave principal.

Um exemplo de Cauda Longa poderia ser “Marketing Digital na minha empresa”. Esse tipo de palavra existe para que o leitor possa ser mais específico durante a sua procura, visto que certos conteúdos exigem critérios mais elaborados na hora da navegação. A Long Tail também serve para que você alcance um público específico, mais centrado em um assunto qualquer.

Nos acompanhe no @usinadenoticias para conferir essa e outras dicas sobre Comunicação!

Deixe um comentário

5 + um =