Por: Carla Mello, Estudante de Jornalismo.

Todo mundo ama se sentir parte de uma comunidade e no ambiente digital isso não é diferente. Seja nos antigos fóruns ou nos atuais grupos do Facebook, a criação e manutenção de comunidade é essencial para manter a proximidade com o seu público, criando um engajamento natural das pessoas com os produtos e conteúdos de seu interesse. 

Não basta criar um grupo no Telegram ou responder algum comentário, a comunidade precisa ser bem trabalhada para gerar bons resultados! 

Mas o que é essa tal de comunidade? 

Entendemos a comunidade como um grupo de pessoas que têm algo em comum e, dentro do marketing, esse grupo é composto por pessoas que têm vontade de se relacionar com quem faz e quem gosta da marca. Criar essa sensação de pertencimento entre seus clientes e seguidores é o objetivo de muitas empresas e criadores de conteúdo, já que tendo uma comunidade firme, muito mais do que consumidores fiéis, é possível criar uma legião de apoiadores que realmente acreditam naquilo que você tem a oferecer. 

E o melhor de tudo é que muitas vezes é desses espaços de interação entre as pessoas que surgem ideias para novas campanhas e produtos. Um bom exemplo de uma comunidade forte é a Apple, onde a grande maioria das pessoas que usam os produtos da marca estão sempre atentas aos novos lançamentos e prontas para defender que a marca é, de fato, a melhor opção em aparelhos eletrônicos. É por isso que todos os anos a Apple entrega aquilo que a sua comunidade já espera.

E na prática: como criar esse vínculo com o público? 

Tenha Propósito 

Antes de tudo, é indispensável ter um propósito, algo em que as pessoas possam se apegar. Saiba quais são as motivações e ideias da sua marca ou do seu cliente, só assim é possível criar vínculos genuínos com os consumidores, sabendo com consistência qual é a mensagem que você quer passar. 

Ofereça Vantagens 

Os clientes e seguidores precisam se sentir acolhidos e entendidos pela sua marca. Saiba quem são as pessoas que sempre comentam e interagem com seu conteúdo, mantenha contato com elas e ofereça benefícios exclusivos, proponha discussões e chame-as para conversar. É por isso que grupos no Whatsapp e Telegram tem sido uma boa ferramenta para manter as comunidades unidas. 

Participe Ativamente das Conversas 

A comunidade não está ali só para quando você precisa! Uma marca não pode defender uma causa só em determinado mês do ano, é preciso se manter ativa nos debates que estão rolando para ser levada a sério. Veja sobre o que o seu público está falando, de que forma ele fala e o que ele defende e esteja pronto para falar e se posicionar de acordo com aquilo que a comunidade espera de você e da sua marca. 

Produza Conteúdos Relevantes 

Não é porque alguém gosta do seu produto e da sua empresa que vai interagir com o seu conteúdo nas redes sociais. Por isso, produzir um conteúdo de qualidade é muito importante e, como já falamos, para saber o que publicar nas redes, é necessário participar das conversas e conhecer o seu público. 

Por fim, entendemos que a manutenção de comunidades começa na empatia e no diálogo. Estar atento ao que está na mídia e ao que a sua comunidade tem a dizer sobre isso é o primeiro passo para ter uma legião de pessoas engajadas e interessadas no que você tem a dizer e oferecer.

One Thought to “Gerenciamento de Comunidade: como conectar pessoas a sua marca”

  1. […] é imprescindível que a empresa tenha uma equipe ampla e multidisciplinar capaz de conectar a marca com o restante do mundo. Os perfis desses profissionais são um reflexo de tudo que há de mais moderno e inovador, então […]

Deixe um comentário

três + sete =