*Por Leonardo Martins, estudante de Jornalismo. 

A Twitch TV vem se consolidando no mercado como o principal site de streaming ao vivo no mundo. Em dados divulgados pela parceria entre as empresas Rainmaker e Stream Elements, duas especialistas na área de audiência na internet, foi registrado um consumo de 12,2 bilhões de horas de lives entre janeiro e junho de 2021, o que representa um aumento de 50% em relação ao mesmo período em 2020.  

A plataforma da Amazon abre um leque infinito de possibilidades para criação de conteúdo, pois, basicamente, você pode iniciar uma live e disponibilizar o que desejar para quem estiver assistindo no momento. Os conteúdos mais consumidos vão de e-sports, séries, reacts de vídeos e até mesmo campeonatos de futebol e basquete sendo transmitidos como se estivéssemos assistindo à TV aberta.  

Segundo a base de dados do site, a idade média dos usuários é de 21 anos, tendo 55% com idade entre 18 e 34 anos, e os outros 45% compreendendo a faixa de 13 a 17 anos e pessoas com mais de 35 anos. Portanto, a responsabilidade com os conteúdos é muito importante e pode moldar pensamentos da nova geração.  

O Brasil é o 2º maior mercado mundial da empresa, ficando atrás apenas dos Estados Unidos em visualizações, como apontado em relatório da Comscore, divulgado no segundo semestre de 2020. Um dos maiores criadores de conteúdo brasileiro na plataforma é o streamer Casimiro Miguel. O carioca detém o maior número de “subs” no mundo, que funciona como uma inscrição paga, atingindo a marca de 91 mil inscritos. 

Casimiro também possui o recorde brasileiro de visualizações simultâneas, atingindo a marca de 545 mil pessoas ao mesmo tempo quando exibiu o primeiro episódio do documentário “Neymar – O Caos Perfeito” da Netflix, contando com a participação ao vivo do próprio protagonista da série, Neymar Jr. A Twitch reconheceu o recorde com uma publicação comemorativa no Twitter. 

Visando a responsabilidade para com o público jovem que o acompanha, Casimiro busca aconselhar os jovens sobre pautas importantes como vacinação, diversidade, estudos, entre outras. Inclusive, tendo chamado o professor de relações internacionais Tanguy Baghdadi para explicar para mais de 75 mil pessoas simultaneamente o que estava ocorrendo no conflito entre Ucrânia e Rússia, que eclodiu recentemente.  

Assim como podcasts e redes sociais, já citados anteriormente no blog, estes e outros exemplos mostram como a criação de conteúdo na plataforma Twitch TV pode ser uma grande aposta para o crescimento de empresas nos próximos anos, visto que o consumo destes conteúdos só tende a aumentar conforme vai atingindo outras comunidades na internet.  

Deixe um comentário

doze − seis =